sábado, 27 de maio de 2017

O Hoje para o Eu !




Hoje estou como se fosse
Alguém que tudo procura
No tempo, nas coisas, na vida
O querer tanto Ser
Mesmo que seja um Vir-a-Ser
Ao longo de uma existência
Por sua singular história
Marcadas por choros e risos
Despertados de sonhos emoções
Guardadas no íntimo Eu
Que mostra na superfície
O que todos podem ver
Nas estampas das convenções sociais
O mesmo do mesmo que pode Ser
Imaturos desejos de criança
Sem a paternal repressão
Ou a maternal proteção
Como se tudo pudesse Ser
Em um mundo por descobrir
Como etapas e ciclos
Que vêm e que passam
Na velocidade do tempo
De uma rotação da terra
Mais concreta impossível
Comprova que somos um pó
De passagem pelo vento
Empurrados de norte a sul
E também de leste a oeste
Para ficar nem que seja um instante
Como pegadas na duna
O hoje para o Eu.

Por: Keller

domingo, 14 de maio de 2017

Dias das Mães !



Mulheres
De fibra
Coragem
Força
Amor
Maternal

Por: Keller

segunda-feira, 20 de março de 2017

Mortal Distopia !


Mortal
Diagonal
Transversal
Todo
Sonho
Distópico

Por: Keller

domingo, 19 de março de 2017